Logo HSC-01

Comportamento seguro

Aprenda como influenciar os usuários a terem um comportamento seguro em relação aos dados da empresa.

Todos na empresa podem ser um alvo de hackers e cibercriminosos e qualquer um pode comprometer a segurança de sua organização com um único erro.

A maioria dos líderes de segurança está ciente desse fato, mas nem todos agem para mudar a cultura interna da empresa influenciando os usuários a adotarem um comportamento seguro.

O que eles realmente querem saber é como transformar a superfície de ataque mais vulnerável de sua organização em uma camada chave de segurança.

A resposta simples é que você deve influenciar o comportamento estabelecendo uma cultura de segurança sistemática e de longo prazo que seja exclusiva de sua empresa.

Principais tópicos deste artigo

Mudança para um comportamento seguro

Para essa mudança,  é necessário uma abordagem que envolva treinamento teórico e prático de conscientização de segurança.

Considere o seguinte: mesmo nas empresas que já possuem um programa de treinamento de conscientização de segurança, apenas 55% dos trabalhadores sabem o que o termo “phishing” implica, de acordo com estudos. 

O phishing tem sido um dos principais perigos cibernéticos há anos e este fato é muito peocupante.

O objetivo geral do treinamento de conscientização de segurança é fornecer resultados de segurança significativos (por exemplo, menos cliques em links maliciosos, e menos ataques de phishing bem-sucedidos).

Algumas horas de treinamento por ano não vão convencer a maioria dos usuários a adotar um comportamento seguro de longo prazo. A criação de uma forte cultura de segurança ajudará.

Qual é a definição de cultura de segurança?

Os funcionários acreditam que eles e seus colegas de trabalho são responsáveis pela prevenção de problemas de segurança quando uma empresa tem uma cultura de segurança sustentável. Eles compreendem o significado da segurança cibernética. Eles também se sentem capacitados para agir – e à vontade para abordar a equipe de segurança quando percebem algo incomum ou cometem um erro.

Encontrar estratégias para modificar a forma como os funcionários pensam sobre segurança é essencial para desenvolver uma cultura de segurança e integrá-la à estrutura da cultura corporativa básica de sua organização. Como nosso e-book descreve, o objetivo final é criar uma cultura de segurança que seja:

 O suporte para uma cultura de segurança é difundido em toda a empresa, mesmo nos níveis mais altos.

 As políticas de segurança são estabelecidas (e aplicadas) para orientar as normas culturais, o que cria e mantém as expectativas.

Quais são algumas das vantagens de ter uma boa cultura de segurança?

 A postura de segurança total da sua organização, bem como agilidade e resiliência, se beneficiam quando você estabelece e mantém uma forte cultura de segurança. Os funcionários acreditam que têm a responsabilidade de ajudar a evitar problemas de segurança.

Você também pode diminuir seu risco. Com o aumento do trabalho remoto, migrações para a nuvem e o uso de dispositivos pessoais, o risco cibernético está aumentando rapidamente. Como os funcionários pensam que os perigos cibernéticos são um risco substancial para o desempenho da organização e podem prejudicá-los pessoalmente, uma forte cultura de segurança pode ajudar a modificar o comportamento arriscado do usuário com mais sucesso.

 Outro benefício significativo é a diminuição de multas e penalizações.

Você pode diminuir as chances de os usuários cometerem erros que podem resultar em multas e outras penalidades para a empresa.

Há uma série de possíveis punições devido à não conformidade com a legislação governamental como LGPD, Marco civil e outras regulações.

Seu free trial começa aqui

Mantenha o engajamento do usuário

 Os usuários não vão adotar um comportamento seguro em realção aos dados da empresa até que você explique por que isso é vital para eles e para a saúde da organização.

Muitas pessoas em sua empresa não consideram a segurança como parte de seu trabalho ou não entendem a necessidade de fazer um esforço extra para ser um defensor proativo.

Mostre aos usuários seu perfil de risco para tornar as coisas mais pessoais. 

Mantenha seus funcionários informados sobre incidentes que ocorrem no “mundo real” fora de sua empresa. 

Divulgue internamente, informações sobre violações de dados e incidentes de segurança que ocorreram em outras empresas e que foram divulgados na mídia, especialmente se afetarem seu setor.

Crie um programa de longo prazo

Finalmente, estruture seu programa de forma que as pessoas entendam por que o material e o aprendizado são relevantes para elas individualmente. 

Lembre-os de que eles podem usar suas habilidades de conscientização de segurança para proteger seus entes queridos em todos os lugares, mesmo em casa.

Implante um treinamento que complemente aulas teóricas com perguntas, quizzes, materiais em texto e testes de simulação de ataques reais.

Acompanhe o desenvolvimento de cada setor da empresa em relação ao aprendizado em cibersegurança.

Siga a HSC no linkedin para se manter informado(a) com dicas de segurança da informação.

Seu free trial começa aqui

Newsletter